Rabiscando sem censuraParceirosE se... Rabiscando sem censuraRabiscando sem censuraRabiscando sem censura

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Sociedade

É fácil fazer as pessoas acreditarem que você está bem. Uma risada aqui, uma piadinha ali. Com esses pequenos gestos, todos acreditam em suas palavras. Mas a verdade é que ninguém sabe o inferno que está sendo para você. Ninguém sabe a dor que você está sentindo, e mesmo que soubessem, não poderiam lhe ajudar. Você passa a maior parte do seu tempo sozinho, na maioria das vezes fazendo um esforço para não chorar. Porque você se nega a acreditar no que está acontecendo.
Se recusa a aceitar que você nunca mais vai vê-lo de novo. Se recusa a aceitar que ele se foi. E não há nada como a dor da perda. Nenhuma palavra lhe conforta, porque não há nada que possa preencher o vazio que ele deixou. Você sabe que as coisas não serão mais as mesmas. Você sente no fundo do seu coração que aquela dor nunca irá embora. Uma parte de você morreu com ele naquele dia. A última visão que você teve dele não sai da sua cabeça. Você gostaria de voltar no tempo. Gostaria de vê-lo mais uma vez, abraçá-lo mais uma vez. Dizer o quanto o amava. As lágrimas parecem não acabar. E você faz de tudo para parar de chorar, mas não consegue. Com o passar do tempo, o seu choro se torna mais e mais frenético. Sua ficha começa a cair, mas você ainda se recusa a acreditar. Mas a verdade é que você nunca vai acreditar. Vai pensar nele e vai chorar, se perguntando o porquê de tudo isso. Não era para ter acabado desse jeito. Não era para ter acontecido. Você tenta se convencer de que tudo vai ficar bem, mas sabe que não vai. E sabe que aquele último encontro permanecerá para sempre em sua memória.

2 comentários:

  1. Lindo amei demais, amei, bem sem censura !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irene, Esse blog é um arraso !

      Excluir